domingo, 30 de setembro de 2018

Dez pontos importantes para o futuro presidente do Barra Mansa modernizar o clube

1. Transparência
O Artigo 46A da Lei Pelé - Lei 9615/98 - já institui normas sobre a obrigação aos clubes de elaborar e publicar os demonstrativos financeiros ano a ano. Um clube com maior transparência financeira e com gestão sadia e responsável terá maior confiança para atrair parceiros, patrocinadores e profissionais do futebol. Quanto maior for a credibilidade do clube, melhor será seu poder de atração junto aos melhores investidores e patrocinadores, afetando positivamente sua capacidade financeira.

2. Categoria de base
Os valores recebidos pelo clube formador por transferências de atletas a partir do mecanismo de solidariedade demonstram a importância que tem o investimento nas categorias de base e o valor que isso pode trazer ao clube do ponto de vista financeiro. As equipes da base precisam ser tratadas com maior carinho, oferecendo-lhes melhor estrutura.

3. Estádio Leão do Sul
A importância do Estádio Leão do Sul para o Barra Mansa se comprova nas estatísticas dos quatro acessos do clube (1993, 1995, 2010 e 2014). Foram 38 jogos no total realizados na Colônia Santo Antônio nessas quatro competições citadas, sendo 25 vitórias, 11 empates e apenas 2 derrotas (um excelente aproveitamento de 75,4%). Além disso, deve-se considerar a possibilidade de um apoio maior da sua torcida e, consequentemente, ser capaz de atrair mais patrocínios e de obter renda maior em bilheteria.

4. Marketing
O clube precisa voltar a fortalecer a sua marca por meio das redes sociais, atualizando diariamente a fanpage oficial com notícias sobre o clube. Fazer melhor uso do estádio, da fanpage e dos uniformes como espaços de publicidade a fim de aumentar suas receitas com contratos de patrocínios. Retomar programas de sócio-torcedor.

5. Comunicação e relação com os torcedores
O clube precisa se reaproximar de um dos seus maiores patrimônios: a torcida. A comunicação e a relação com os torcedores precisam ser reestabelecidas por meio de uma sede, de uma ouvidoria, das redes sociais, para que haja a interação necessária entre clube e torcida. Apenas o torcedor é capaz de manter viva a história do clube, passando-a de geração em geração.

6. Departamento jurídico
Por meio da criação de um departamento jurídico, o clube passa a ter uma maior segurança jurídica. Processos trabalhistas, inconsistências em contratos, imprudência em negociações, todos os possíveis problemas são amarrados pelos departamentos de forma a auxiliar o clube a não ter “dor de cabeça” à toa.

7. Pagamento de dívidas
O clube precisa passar por uma rígida política de austeridade, a fim de zerar as dívidas trabalhistas. Com receitas limitadas, o caminho seria renegociar as dívidas para torná-las administráveis. O Artigo 46A da Lei Pelé - Lei 9615/98 - e o Profut já pressionam os clubes para que administrem melhor suas dívidas e o Barra Mansa não deve ignorar esse problema. Quanto melhor a capacidade financeira, melhor será sua condição de montar uma equipe competitiva no futuro.

8. Equipe profissional
A realidade é que o Barra Mansa não é um clube apadrinhado por empresários milionários e nenhum mecenas excêntrico. Desta forma, temos que ter em mente que a nossa realidade é outra e temos que ter criatividade para montar um elenco competitivo e barato. Nada adianta montar um grande time prometendo acesso e títulos se não consegue oferecer o mínimo de estrutura para seus atletas.

9. Estatuto
O atual estatuto do Barra Mansa Futebol Clube ainda é bastante vulnerável a dirigentes mal intencionados. Uma nova redação é necessária a fim de incluir e detalhar sobre a aplicação obrigatória dos seguintes itens: "plano de gestão", "demonstrativo financeiro", "cassação de mandato", "inelegibilidade", "Lei de Responsabilidade Fiscal", "Lei Pelé", "mecanismo de solidariedade".

10. Patrimônio histórico
Medidas precisam ser definidas a fim de garantir investimentos para conservação do acervo e perpetuação da história do Barra Mansa Futebol Clube. Entre as ações necessárias, podemos sugerir a busca por um local para expor e preservar os troféus, fotos e outros registros históricos; promoção de eventos culturais, partidas festivas com equipe máster com a participação de ex-atletas e figuras ilustres da história do clube.

Por Diogo de Oliveira Paula

Um comentário:

Paulo Zambroza disse...

Concordo com todos esses itens!
Como barra-mansense, me coloco a disposição do clube para trabalhar para resgatarmos a imagem do nosso clube.

Zap 21 985962843