quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Divulgado novo gestor do futebol do Barra Mansa FC

BARRA MANSA

Após meses de negociação e tentativa de resolução de impasses, o Barra Mans Futebol Clube (BMFC) enfim tem um novo gestor. Trata-se da empresa Seven Soccer, que irá assumir a gestão da equipe pelos próximos quatro anos.

O acordo foi enfim assinado pelo presidente Anderson Florentino na noite da última terça-feira e a empresa já trabalha para montar a equipe que irá disputar a Série B do Campeonato Carioca, que tem início em maio.

Uma das exigências contratuais por parte da diretoria do BMFC era que o clube jogasse no Estádio Leão do Sul neste ano. Em 2016, o time atuou em Resende por falta de laudo da Polícia Militar em sua própria casa, impedindo a realização de partidas no seu estádio localizado no bairro Colônia Santo Antônio.

A partir de agora, os impasses documentais e a obra necessária para a liberação do Leão do Sul passam a ser de responsabilidade da Seven Soccer. A expectativa da diretoria é que a apresentação formal da empresa e do gestor já seja feita na semana após o carnaval. Nomes de jogadores que irão defender a equipe nesta temporada também deverão ser revelados no início de março.

EMPRESA

A Seven Soccer é dirigida pelo gestor Anderson Finelli, incluso no ramo da do futebol desde 1998. Em seus anos de carreira, estabeleceu relações com diversos empresários de jogadores renomados, como D’Alessandro – hoje no Internacional, Luan – campeão olímpico com a Seleção Brasileira, Leandro Damião – hoje no Flamengo, dentre outros.

Estagiou na França e tem formação em Gestão Esportiva e Estratégias de Marketing. Também já prestou serviços a William Pacheco – ex-jogador do Corinthians, Nicolas Careca – jovem atacante do Grêmio e Wallace – hoje atuando no futebol alemão.

A finalidade da empresa é levar investidores a saúde administrativa e a revitalização da credibilidade do Barra Mansa junto com seus parceiros. A Seven Soccer também assume a responsabilidade de quitar dívidas existentes do clube, existentes por más administrações anteriores, pelos próximos quatro anos.

Fonte: A Voz da Cidade

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Jornal Aqui: "Contrato com Barra Mansa já está assinado"

Em entrevista ao repórter João Bosco, da Rádio do Comércio, um dos representantes do grupo gaúcho que vai gerir o futebol do Leão, Anderson Finelli confirmou que o contrato com o Barra Mansa Futebol Clube já está assinado. Só que a diretoria, através da sua assessoria, desmente a informação, garantindo que o caso depende de uma decisão a ser tomada pelos conselheiros, já que um grupo chinês também estaria interessado em assumir o futebol do Leão. Debaixo deste angu tem carne!

Fonte: Coluna Bate Bola do Sérgio Luiz, Jornal Aqui

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Amistosos 1966

2/10/1966
Barra Mansa 2x2 Barbará
Local: Barra Mansa
Gols: Luizinho e Zé Maria
Barra Mansa: Aldo, Roberto, Ênio, Sargento e Pedal; Doca e Luizinho; Jacaré (Garrinchinha), Odir, Tarugo e Zé Maria.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Campeonato Citadino 1959

5/7/1959 (1ª rodada returno)
Barra Mansa x Vila Nova
Local: Barra Mansa

# Nota do Barra Mansa campeão no Torneio Início de 1959

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Barra Mansa quer voltar à elite do carioca

Por Luiz Almeida

Rio - Uma nova era está prestes a surgir no Barra Mansa Futebol Clube. É que o Leão do Sul, como é chamado pelos seus torcedores, aposta em uma gestão profissional para voltar a ser uma das potências dos gramados do Estado do Rio. Para tanto, o clube passará a contar com uma empresa parceira para gerir exclusivamente o departamento de futebol e fazer bonito na Série B do Campeonato Carioca, que começa no dia 13 de maio.

De acordo com Alysson Costa, diretor de Marketing e Comunicação do Barra Mansa, atualmente há um rombo nas finanças na ordem de R$ 700 mil. Mas a chegada de uma empresa parceira vai servir para sanear as finanças, montar uma equipe forte para a segundona e deixar o estádio Leão do Sul em condições de receber jogos. “A nova diretoria quer deixar um legado. Por isso a parceira, que vai quitar todos os passivos, liberar nosso estádio e, é claro, montar um time competitivo, com foco na ascensão à Série A do Carioca”, enumera o diretor do clube.

Alysson Costa, contudo, faz mistério sobre os reforços que deverão chegar. Ele adianta apenas que a emprega gestora ficará responsável pela montagem do time e que os trabalhos vão ter início já no dia 19 de fevereiro. “A equipe ainda não está fechada e o plantel está sendo alinhavado. O que sabemos é que vamos ter grandes jogadores atuando com a camisa do Leão. Entre eles, a promessa Lucas Lima, que volta ao clube”, destaca o diretor.

Os reforços têm sua razão. de ser. Para Alysson Costa, a Série B é um torneio cada vez mais difícil, com várias equipes com tradição e passagens pela primeirona. Ele cita América, Americano, Friburguense e São Cristóvão como adversários duros de encarar. “Todas equipes são muito difíceis, já que o campeonato é ganho jogo a jogo. Vai ser preciso suar a camisa, pois não vai ter jogo fácil. Essa é a verdade”, pondera.

Segundo o diretor, a volta à elite do Carioca não é um sonho tão distante para a diretoria e os torcedores do clube. Isso porque, em 2015, o Leão do Sul disputou pela primeira vez a Série A e conquistou os pontos necessários para se manter na primeirona. “Acabamos caindo por erros fora do campo, com jogadores escalados irregularmente”, lamenta o diretor.

Fonte: Jornal O Dia

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Jornal Aqui: "Grupo de empresários gaúcho vai assumir o futebol do Barra Mansa"

Segundo o cronista esportivo Sérgio Luiz, na coluna do Bate Bolado, do Jornal Aqui desta segunda-feira (6 de fevereiro), o Barra Mansa Futebol Clube deve mesmo ser administrado por um grupo de empresários gaúcho pelos próximos 4 anos. Veja mais detalhes abaixo:

Barra Mansa I
Um grupo gaúcho vai assumir o futebol do Barra Mansa pelos próximos quatro anos, sendo que os empresários terão que desembolsar R$ 600 mil para quitar as dívidas do Leão. Os passes dos jogadores profissionais e juniores serão a ser do grupo, que promete reformar o estádio da Colônia Santo Antônio para colocá-lo em condições de uso no estadual da segundona, que começa no dia 13 de maio. O descumprimento de qualquer uma das cláusulas causará a rescisão do contrato.   

Barra Mansa II 
Uma cláusula que deve gerar polêmica é a que diz respeito ao local onde o Barra Mansa ficará sediado. As informações dão conta que será em um hotel fazenda de Vassouras, retornando à Toca do Leão só às vésperas de um jogo. Entendo que saindo de Barra Mansa, o Leão perderá um pouco da sua identidade. Por outro lado, entendo que não havia outra saída. Ou o Barra Mansa arrendava o time ou encerrava suas atividades por falta de grana. Tomara que tudo dê certo.

Fonte: Jornal Aqui